Grupo Criação abre seleção para bolsista

17/12/2019 13:15


O Grupo de Pesquisa em Criatividade e Inovação de Produtos e Processos (Criação), do Departamento de Engenharia de Produção da UFRN, abre seleção para bolsa de iniciação científica. A vaga no projeto Estudos para o desenvolvimento tecnológico e inovação de energia eólica offshore no Brasil é direcionada a estudantes dos cursos de Engenharia, Tecnologia da Informação, Ciência e Tecnologia ou Ciência da Computação. As inscrições vão até o dia 17 de dezembro. 

Para se inscrever, o candidato deve preencher o formulário e enviar o currículo Lattes e o histórico escolar para o e-mail grupocriacaoufrn@gmail.com. A avaliação será feita pela análise do currículo e histórico. 

O resultado final será publicado e comunicado via e-mail dos candidatos no dia 23 de dezembro. Mais informações podem ser encontradas no edital

Fonte: Agecom/UFRN.


   
   







Laboratório de Informática Industrial abre seleção para programadores

17/12/2019 08:50


Para otimizar suas atividades e continuar a desenvolver soluções inovadoras em tecnologia, o Laboratório de Informática Industrial (LII), do Instituto Metrópole Digital (IMD), está com inscrições abertas para seleção de desenvolvedores de software.

As inscrições podem ser feitas até esta terça-feira, 17, por meio deste link. A seleção é voltada à ocupação de três vagas para programadores de sistemas da informação (fullstack), via CLT, com carga horária semanal de 40 horas e remuneração de R$ 2,7 mil.

Os candidatos aprovados no processo atuarão em ambiente dinâmico, auxiliando no desenvolvimento de estudos e produtos feitos em parceria com o Centro de Pesquisa da Petrobras (Cenpes).

Dentre as linhas de pesquisa nas quais o colaborador poderá atuar, estão a Indústria 4.0, Arquitetura de Microservices aplicada à Indústria, Big Data, entre outras.

Todas as informações sobre o cargo e os requisitos básicos constam no edital.

Seleção

O processo de seleção é realizado por meio de análise curricular e entrevista técnica. A primeira etapa, voltada à análise de experiência profissional, consiste na verificação da documentação exigida no Anexo II do edital. Já a entrevista técnica avalia os conhecimentos e habilidades específicas exigidas para o cargo, pontuadas em edital. O resultado final do processo seletivo será divulgado no site da Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec).

LII

Laboratório vinculado ao Núcleo de Pesquisa e Inovação em TI (nPITI/IMD), o LII é o principal desenvolvedor de tecnologias voltadas ao setor de indústria, sendo, por isso, o promotor do projeto Mais Indústria do Parque Metrópole Digital.

Inaugurado em setembro deste ano, o projeto tem como principal propósito contribuir com instituições do setor industrial por meio da transformação digital, fomentando mudanças tecnológicas específicas para esse mercado.

Para isso, a iniciativa conta com o apoio de estudantes de graduação e pós-graduação, além de cinco professores do IMD que desenvolvem softwares, integram, armazenam e demonstram dados oriundos da produção industrial. O trabalho é produto de parcerias com a Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras) há mais de 10 anos.



   
   







UFRN tem mais de 40 propostas aprovadas em programa de ideias inovadoras

16/12/2019 15:30


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve 42 propostas aprovadas no Resultado Preliminar das Ideias Inovadoras do Programa Centelha, divulgado nesta semana e disponível no endereço http://programacentelha.com.br/rn/#resultadosrn. Os envolvidos devem agora observar as datas seguintes, como o período entre 21/12/2019 e 17/01/2020, no qual está prevista a submissão dos Projetos de Empreendimento.

 Antes disso, porém, o Sebrae, que conta com o apoio da UFRN no projeto, realiza na quinta-feira, 19, a partir das 19h, em seu Salão de Eventos, a palestra Submissão dos Projetos de Empreendimento – Fase 2, com Gileno Negreiros, consultor de Gestão da Inovação.

O Programa Centelha foi lançado com o intuito de estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Rio Grande do Norte. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.

Fonte: Agecom/UFRN.


   
   







UFRN lidera no RN e está em 4° lugar no Norte e Nordeste

16/12/2019 14:15


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) se destaca no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) promovido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O resultado foi divulgado nessa quinta-feira, 12, e a UFRN se mantém em primeiro lugar no estado e em quarta colocação no Norte e Nordeste, entre as instituições federais de ensino superior.

O índice é relativo ao ano de 2018, no qual a UFRN ficou com média 3,6731 e nota 4 (sendo 5 a nota máxima), mantendo o mesmo desempenho da última avaliação e o histórico acima da média nacional. No panorama das regiões Norte e Nordeste, ficaram na frente da UFRN apenas as Universidade Federais do Ceará (UFC), de Pernambuco (UFPE) e da Bahia (UFBA).

O coordenador de Acompanhamento, Planejamento e Avaliação Acadêmica da UFRN, Fabiano do Espírito Santo Gomes, explicou que o IGC leva em consideração três dimensões, que são as informações da graduação, do mestrado e do doutorado. Na UFRN, o resultado da avaliação teve como base informações de 92 cursos de graduação e 87 programas de pós-graduação. Para a nota final, a graduação teve peso de 62%, o mestrado de 21% e o doutorado representou 17% na média final.

Ainda segundo o professor Fabiano Gomes, os pontos que apresentaram melhora nos resultados foram o questionário aplicados aos alunos e a proporção de professores com doutorado. Nessa perspectiva, na avaliação do docente, a evolução nesses quesitos tem ligação direta com a Política de Melhoria da Qualidade dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação da UFRN, que foi aprovada em 2017 e permitiu o planejamento dos cursos a partir de avaliações externas e internas, como o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) ou as comissões próprias de avaliações, por exemplo.

Critérios do IGC

O IGC é o indicador que aponta a qualidade da instituição. Relativo aos cursos de graduação, observa-se o resultado do Enade; o questionário aplicado aos estudantes, onde há perguntas sobre estrutura, organização didático-pedagógica do curso e oportunidades para ampliar a formação; dados sobre os docentes, como proporção de mestres e doutores e regime de trabalho; e o índice de diferença de desempenho, que compara como o aluno estava antes de entrar na graduação, por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Já sobre a pós-graduação (mestrado e doutorado), o Inep considera os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Confira os dados no Inep aqui.

Fonte: AGecom/UFRN.


   
   







FMU abre seleção pública para programas radiofônicos

16/12/2019 11:00


Com o objetivo de dar espaço a produções radiofônicas do Rio Grande do Norte e promover a democratização de sua programação, a Rádio Universitária (FMU) da UFRN irá selecionar programas para integrar a grade da emissora. As inscrições para a seleção ficarão abertas entre os dias 1º e 31 de janeiro. As produções selecionadas ocuparão 27 horas semanais na FMU durante um período de seis meses, em 2020.

Para se inscrever, os interessados devem preencher e enviar os documentos listados no edital do processo seletivo. A comissão de seleção será formada por membros da Rádio Universitária e convidados externos e o resultado dos programas selecionados será divulgado no dia 9 de março de 2020.

A seleção tem como objetivo escolher programas de diferentes categorias que se enquadrem em um dos desses três grupos: (1) programas oriundos da produção independente, já desenvolvidos, ou que venham a ser, com ou sem apoio cultural de leis de incentivo; (2) programas inéditos, propostos por pessoas físicas ou pessoas jurídicas sem fins lucrativos; e (3) programas inéditos de rádios comunitárias outorgadas ou livres.

Dúvidas sobre a seleção de ocupação da programação da FMU podem ser esclarecidas pelo e-mail programacaofmu@gmail.com.

Fonte: Agecom/UFRN.


   
   










V ENNFAIES





Destaque das Colunas


A Importância da Ciência e Tecnologia para um País

16/12/2019 11:06 por André Maitelli





Redes Sociais